DECISÃO: STF suspende sessão para julgar pedido de Lula contra prisão

0
524

 

O adiamento ficou marcado para o dia 4 de abril, a quarta-feira seguinte ao feriado da Semana Santa

 

Foto: Nacho Doce/Reuters

 

Mais Agreste, com Correio Braziliense

 

O plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) julgou, nesta quinta-feira (22/3), o pedido para avaliar o habeas corpus preventivo de Luiz Inácio Lula da Silva. O julgamento, que poderia ocorrer nesta quinta (22), foi marcado para acontecer no dia 4 de abril, a quarta-feira seguinte ao feriado da Semana Santa. A maioria do STF concedeu ainda uma liminar que impede a prisão do ex-presidente até a análise do mérito.

O pedido tenta evitar a prisão do ex-presidente, após finalizada a análise de recursos do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4). A sessão começou com o julgamento sobre doações de campanha ocultas, sendo o HC de Lula o tema seguinte. O placar fechou em 7 x 4 a favor da validade do habeas corpus. Assim, a maioria do STF considera válido o pedido de habeas corpus preventivo solicitado pela defesa do ex-presidente, que será julgado.

Na ocasião, votaram a favor os ministros Alexandre de Moraes, Rosa Weber, Dias Toffoli, Ricardo Lewandowski, Gilmar Mendes, Marco Aurélio de Melo e Celso de Mello. Contra, Edson Fachin, Luís Roberto Barroso, Luiz Fux e a presidente da Corte, Carmen Lúcia.

Deixar um comentário

Por favor, digite seu comentário
Por favor, coloque seu nome aqui