ESCUTA PÚBLICA: Prefeitura e comunidade discutem projeto para construção de Parque Ambiental em Gravatá

0
239

 

O público presente respondeu a um questionário com as opções de equipamentos que gostariam de ter no espaço público

 

Foto: Allan Torres

 

Mais Agreste, com SECOM

 

A Secretária de Meio Ambiente e Desenvolvimento Rural de Gravatá iniciou, nesta segunda (26), uma série de reuniões para debater com a comunidade a construção de um Parque Ambiental no município do Agreste pernambucano. A iniciativa acontece em parceria com o Programa de Saneamento Ambiental da Bacia Hidrográfica do Rio Ipojuca (PSA) e Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac).

A chamada primeira Escuta Pública, que aconteceu no auditório da Secretaria Municipal de Educação, reuniu o prefeito Joaquim Neto, secretários, vereadores, representantes de entidades e a sociedade civil organizada. Na ocasião, os participantes responderam a um questionário com as opções de equipamentos que gostariam de ter no espaço público.

“Nosso intuito é ouvir o maior número de pessoas, para entender o que eles esperam do Parque e atender a necessidade de todos. O questionário é o instrumento que a gente usa para receber esse feedback”, disse Swami Lima, coordenador técnico responsável pela obra.

O Parque Janelas para o Rio será localizado em uma área de aproximadamente 1,6 hectares no lugar do antigo matadouro, no bairro do Jucá. O projeto pertence ao PSA Ipojuca, que tem um subprograma que cria janelas verdes para a cidade.

O secretário de Meio Ambiente destaca os benefícios que o local vai trazer para a cidade. “Nós temos duas visões do parque, uma é a questão ambiental, onde vamos repor a mata ciliar às margens do Ipojuca no perímetro urbano, e a outra é a questão dos instrumentos que esse parque vai levar, como salas para temáticas ambientais, áreas de lazer e convivência para comunidade. O espaço une o social com o ambiental”, afirmou Aarão Lins de Andrade Neto.

O encontro contou ainda com a opinião da sociedade, a exemplo da líder comunitária e radialista Terezinha Carvalho. “Onde tem parque, tem vida. Fico muito feliz em ver a minha cidade avançando em projetos ambientais que ainda por cima, vão beneficiar todos nós, moradores de Gravatá. Eu já faço caminhadas e agora terei mais um espaço para praticar meus exercícios, estamos muito animados com esse novo parque”, comemorou.

2ª Escuta Pública

Ainda neste semestre, será realizada outra Escuta Pública, desta vez com os moradores do bairro e nas escolas. Através disso, o prefeito ressaltou a importância de envolver todos no projeto. “A participação dos moradores é de extrema importância. Hoje foi apenas um passo inicial, onde começamos a escutar o que as pessoas esperam do local, quais são os problemas que devem solucionados, isso é importante para ter os anseios da comunidade realizados e representados no parque. Isso é governo com participação”, Afirmou Joaquim Neto.

Deixar um comentário

Por favor, digite seu comentário
Por favor, coloque seu nome aqui