Secretaria de Saúde emite nota sobre falecimento de bebê de cinco meses em distrito de Gravatá

0
767

 

A família da criança vem recebendo toda a assistência médica e social necessária

 

Imagem / Mais Agreste

 

Mais Agreste, com SECOM

 

Na noite desta terça (3), a Secretaria Municipal de Saúde de Gravatá, no Agreste do estado, emitiu uma nota de esclarecimento pela causa da morte da bebê de apenas cinco meses, natural do distrito de Mandacaru. Segundo questionamentos da família, a vítima teria vindo a óbito em decorrência de uma reação adversa à vacina da Poliomielite.

Contudo, de acordo com laudo técnico emitido pelo médico legista do Serviço de Verificação de Óbito do estado de Pernambuco, o motivo da morte da criança foi provocado por uma cardiopatia congênita (problema cardíaco de nascença), agravada por uma broncoaspiração.

A Secretaria afirma que a dificuldade em conseguir contato com a Central de Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), devido ao sinal telefônico do distrito, prolongou a chegada da unidade, que prestou o atendimento necessário, mas sem sucesso. A equipe da Unidade de Saúde da Família de Mandacaru tem prestado toda a assistência necessária às famílias do distrito, em especial no caso ocorrido, inclusive auxiliando nos primeiros socorros à vítima.

A Secretaria de Saúde se solidariza com os familiares da vítima e está disponível para qualquer tipo de esclarecimento.

Deixar um comentário

Por favor, digite seu comentário
Por favor, coloque seu nome aqui