TJPE não acata Ação Popular e mantém reajuste de tarifas do metrô de 87,5%

0
1334
Foto: Reprodução/Youtube

 

A CBTu aumentou o preço da passagem de R$ 1,60 para R$ 3,00

 

Foto: Reprodução/Youtube

 

Mais Agreste

 

O deputado estadual Heberte Lamarck Gomes da Silva (PSDB), que, no início da semana, havia ingressado uma ação popular contra o reajuste e 87,5% nas passagens do metrô, viu o Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) manter o aumento de R$ 1,60 para R$ 3,00. Nesta quarta (16), o juiz Carlos Gean Alves dos Santos, da 9º vara Cível da Capital, julgou improcedente o pedido do parlamentar.

Na ocasião, o magistrado avaliou que “impedimento judicial ao reajuste de tarifa provocaria a não arrecadação de quantia que, julgada improcedente a ação, não poderá ser cobrada da parte requerente, tampouco dos consumidores que pagaram a menor”, disse.

A ação popular afirmava que o consumidor não tinha como pagar por praticamente o dobro do valor da tarifa que vinha sendo cobrada diariamente. Para Heberte Lamarck, que também é conhecido popularmente como Betinho, o aumento é abusivo e não observa a parte mais vulnerável.

Em contrapartida, a Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTu) alega que o aumento de tarifas não acontecia desde 2012.

Deixar um comentário

Por favor, digite seu comentário
Por favor, coloque seu nome aqui