Falta de combustível leva Prefeitura de Gravatá a suspender serviços públicos

0
363

 

A medida vai contemplar áreas como saúde e educação que não forem essenciais e que utilizam combustível

 

Fotos: Anderson Souza/ SECOM

 

Mais Agreste, com SECOM

 

Devido a greve dos caminhoneiros em todo o país, a Prefeitura de Gravatá afirmou, nesta quarta (23), que estarão temporariamente suspensos os serviços oferecidos pelo município que não forem essenciais, mas que utilizam combustível. A medida vai contemplar áreas como saúde e educação.

Na área da saúde, os transportes de pacientes fora de domicílio (no caso de hemodiálise, quimioterapia e radioterapia), bem como ambulâncias do município e SAMU, estarão funcionando normalmente, sendo suspensos apenas os serviços de consulta e os que não abrangem a área de urgência e emergência.

Já na rede municipal de ensino, é possível assegurar que o transporte dos estudantes seja feito até o período da manhã desta quinta (24). De acordo com a secretária de Educação, Carolina Campos, foi feito um grande esforço para evitar a suspensão do serviço até agora. ” Nós fizemos uma força-tarefa para evitar que o transporte fosse interrompido no dia de hoje e podemos garantir o serviço até o fim da manhã, caso não seja normalizado o abastecimento de combustível na cidade. Amanhã vamos informar se haverá necessidade de suspender ou não as aulas nas escolas municipais”, explicou.

Deixar um comentário

Por favor, digite seu comentário
Por favor, coloque seu nome aqui