EDUCAÇÃO: Gravatá é o primeiro município pernambucano a implementar a BNCC

0
840

 

As cidades do Brasil devem adotar a BNCC como referência básica dos conteúdos ministrados em todas as escolas de Educação Infantil e Ensinos Fundamental I e II

 

Imagem: Internet

 

Mais Agreste, com SECOM

 

A educação de Gravatá, no Agreste de Pernambuco, saiu na frente. O município é o primeiro do estado a implementar a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), que obrigada todas as cidades do Brasil a adotarem este documento como referência básica dos conteúdos ministrados em todas as escolas de Educação Infantil e Ensinos Fundamental I e II.

De acordo com a secretária de Educação, Carolina Campos, Gravatá passou já implementou a Base da Educação Infantil, pulando a etapa de sensibilização. “A BNCC veio para unificar e é diferente de um currículo, pois ela mostra os conteúdos gerais, as competências e as habilidades”,explicou.

A secretária executiva de Educação de Gravatá, Íris Dias, destaca que “desde fevereiro, algumas das ações aconteceram e outras seguem acontecendo, exemplo da revisão da proposta curricular e dos PPP´s, da formação continuada para os professores, bem como da elaboração de materiais para planejamento específico dos professores da Educação Infantil, resultando na implementação da BNCC para a Educação Infantil das creches, agora no segundo semestre”.

Íris Dias lembra ainda que o projeto político pedagógico das escolas será mudado, no sentido de normatizar a base. De acordo com a secretária, “ainda no segundo semestre deste ano, todos os documentos já estarão prontos, permitindo que as crianças aprendam frente às determinações da Educação Infantil”.

A BNCC se tornou uma lei em dezembro de 2017.

Movimento pela Base

No Brasil, existe o chamado “Movimento pela Base”, que trabalha pela implementação do BNCC, por meio de um documento que altera a estrutura de todas as escolas públicas e particulares do Brasil. Em 2018, o Ministério da Educação (MEC), através da União Nacional dos Dirigentes Municipais da Educação (Undime), das Gerências Regionais de Ensino e de outras instituições, vem preparando os municípios para conhecerem a Base e ensinar como funciona. O objetivo do MEC é que todos os estados e municípios possam implementar a BNCC até 2019.

Para tanto, é necessário que os estados e municípios adotem os seguintes planejamentos: estruturar a governança da implementação, preparando a rede para a (re)elaboração curricular, como também realizar estudos das referências curriculares para a produção do novo documento curricular; colocar em prática o que foi planejado (até o momento), para que, por meio de ajustes, a rede possa garantir as aprendizagens previstas na BNCC; revisar o Projeto Político Pedagógico (PPP´s) das escolas; garantir a formação continuada dos professores; selecionar materiais didáticos que garantam, de modo significativo, a avaliação de todo o processo de aprendizagem.

Deixar um comentário

Por favor, digite seu comentário
Por favor, coloque seu nome aqui