Gravataense desaparecido é encontrado em Recife; jovem foi vítima de sequestro relâmpago

0
4275

 

Raul Bezerra, de 27 anos, foi sequestrado por três homens ainda desconhecidos, que lhe fizeram ameaças, torturaram-lhe e ainda fez o jovem beber água sanitária

 

 

Foto: Reprodução / Facebook

Igor da Nóbrega

 

Após quase 36 horas desaparecido, o gravataense Raul Bezerra da Silva, de 27 anos, foi localizado na cidade do Recife. As primeiras informações dão conta que o jovem pode ter sofrido um sequestro relâmpago ainda na cidade de Gravatá, Agreste de Pernambuco.

“Uma mulher ligou para meu celular e disse que Raul estava na Avenida Abdias de Carvalho e bastante assustado. Em seguida, a ligação foi passada para ele, que me contou ter sido raptado por vários homens e colocado dentro de um carro. Depois de ter apanhado bastante e sem nenhuma justificativa, ele foi solto na própria avenida”, explicou a namorada da vítima, Danielle Mello, em contato com nossa redação.

O jovem já está em casa e na companhia dos pais, da namorada e dos amigos. Por meio do Facebook, Danielle Mello acalmou todos aqueles que se preocuparam com o desaparecimento do gravataense. “Ele está muito nervoso, abatido e sem noção direto dos fatos. Ele não está espancado, apenas com um pé torcido por ter andado muito e corrido, após ser deixado em um lugar no qual ele não sabia onde estava. Ele se encontrava em Recife, acredito que perto do aeroporto, pois ele falou que ouvia decolagens de avião. Enfim, quis explicar um pouco mais da situação que ele viveu, pois vi o quanto todos vocês se mobilizaram com o sumiço dele. Eu e a família agradecemos de coração por todo carinho e pode ter a certeza de que quando ele voltar a si ele vai agradecer a todos vocês . Muito Obrigada, Deus abençoe cada um de vocês “, disse.

 

No Facebook, a namorada Daniele Melo contou como o namorado foi vítima do sequestro relâmpago. (Imagem: Reprodução / Facebook)

 

Raul Bezerra é sequestrado próximo à residência da irmã

Segundo o próprio Raul Bezerra, o sequestro relâmpago aconteceu perto da casa de uma irmã, que está localizada próxima à Rua Durte Coelho, popularmente conhecida por Rua do Polo Moveleiro. “Ele falou que antes de ontem as lotéricas estavam cheias e, por isso, resolveu ir na casa da irmã e, em uma das esquinas, três homens, em um carro, abordaram ele querendo dinheiro. Levaram ele para o Recife, torturando-o com ameaças e revolve . Fizeram ele beber água sanitária. Por fim, deixaram ele, ontem à noite, no metrô e um anjo, em forma de enfermeira, o ajudou ligando para os familiares”, afirmou.

Deixar um comentário

Por favor, digite seu comentário
Por favor, coloque seu nome aqui