Famílias comemoram entrega de cisternas na Zona Rural de Gravatá

0
85

 

No total, a Prefeitura Municipal de Gravatá está construindo 400 cisternas para atender às comunidades

 

As cisternas são de alvenaria e possuem capacidade para 16 mil litros. (Foto: Bruna Souza / SECOM)

 

Mais Agreste, com SECOM

 

Os moradores da zona rural comemoram uma grande vitória. Para amenizar o problema de abastecimento de água nas regiões mais secas de Gravatá, no Agreste de Pernambuco, a Prefeitura Municipal está construindo 400 cisternas para atender às comunidades. No Distrito de Avencas, as cisternas já estão sendo entregues.

De acordo com Rosilene Bezerra, que reside na comunidade há 23 anos, as cisternas trazem a esperança de dias melhores. “Era meio difícil água, mas, graças a Deus, agora está maravilhoso. A pouca água que tem aqui é salobra e não dava para consumir de jeito nenhum. Mas agora tudo está melhor. Tenho uma cisterna na minha casa só para uso da minha família”, disse.

Adriana Barbosa, outra contemplada com a iniciativa, conta que os oito moradores de sua residência comemoraram á chegada da ação municipal. “A gente tinha que carregar baldes. A quantidade era bem limitada e, para quem tem crianças, isso é bem difícil. Estou feliz demais com a construção dessa cisterna. As coisas estão melhorando bastante para nós”, contou.

Com um sorriso no rosto, Lúcia Maria do Prado agradece pelo serviço recebido. “Para beber e cozinhar, a gente tinha que comprar muita água mineral e isso pesa no bolso, porque o dinheiro já é pouco. Eu só acreditei mesmo quando vi o reservatório construído. A alegria é grande. Só tenho mesmo que agradecer ao prefeito Joaquim Neto por trazer essa benção para nós”, encerrou.

Sobre as cisternas

As cisternas são de alvenaria e possuem capacidade de 16 mil litros. Trata-se de uma tecnologia simples e de baixo custo, em que a água da chuva é captada do telhado por meio de calhas. A água é armazenada em um reservatório capaz de garantir uma quantidade suficiente para suprir as necessidades básicas das famílias. A Prefeitura também garantirá o abastecimento através de carros-pipa.

A ação faz parte do programa do Ministério do Desenvolvimento Social, em parceria com a Prefeitura de Gravatá, através da Secretaria de Desenvolvimento Rural, ASSOCENE, órgão que gere o programa e ACANOR, empresa responsável pela construção.

Até o momento, já foram entregues cerca de 70 cisternas em Avencas de Cima, Avencas de Baixo, Sítio Zezinho, Logradouro e Tarrafas. As construções continuam e irão beneficiar famílias de vários sítios, como Contunguba, Maria Isabel, Lagoa Queimada, Várzea Grande, Telha Grande.

Deixar um comentário

Por favor, digite seu comentário
Por favor, coloque seu nome aqui