Pernambucano é destaque na criação de aplicativos e jogos para o Memorial do Ministério Público Federal (MPF)

0
503

Abraão Pessoa de Barros é analista de Sistemas do Ministério Público da União (MPU)

O analista de Sistemas teve o nome inscrito 
na placa do novo Memorial do MPF. O momento foi registrado ao lado da procuradora-geral Raquel Dodge. (Foto: Divulgação)

Igor da Nóbrega

O olindense Abraão Pessoa de Barros, de 37 anos, foi um dos destaques durante um evento do Ministério Público Federal, em Brasília. Realizado na noite desta sexta (14), o analista de Sistemas do Ministério Público da União (MPU) teve o nome inscrito no novo Memorial do MPF. O momento foi registrado ao lado da procuradora-geral da República, Raquel Dodge, que elogiou o projeto.

Com sistemas e jogos programados pelo analista, o memorial faz uma apresentação completa do MPF. “Eu fui inserido no projeto enquanto ele já estava em andamento, com o objetivo de trazer soluções de tecnologia e que não fosse apenas um simples museu tradicional, mas um espaço hiper conectado e interativo. Além de ter colaborado no planejamento inicial, ainda fui o responsável pela programação de todas as peças digitais e criação e programação de todos os jogos “, explicou.

A Criação do Memorial foi inserida no projeto intitulado de MPF Cidadão 30 anos – Uma história de combate ao crime e de proteção aos direitos humanos. A iniciativa tem como principal objetivo resgatar a memória institucional, por meio do debate de diversas temáticas de atuação do MPF.

O lançamento contou com a presença de ex-PGRs, membros, servidores e  personalidades. 

O novo projeto está disponível através do link http://www.memorial.mpf.mp.
br/nacional.

Sobre novo Memorial do MPF

Ao todo, são 300m² distribuídos em oito ambientes com recursos multimídia, além de espaços para exposições temporárias e de longa duração, salas de convivência e de cultura e galeria de membros.

Abraão Pessoa participa palestra sobre o Memorial no Recife

No dia 21 de setembro, o analista de sistemas foi um dos palestrantes do IX Encontro Nacional de Memorias do Ministério Público, realizado no Paço do Frevo, no Recife-PE. Na ocasião, Abraão representou o Ministério Público Federal como analista de Tecnologia da Informação e Comunicação na área de desenvolvimento de sistemas. “Neste dia, tive a oportunidade de mostrar o trabalho que estava em andamento”, explicou.

Deixar um comentário

Por favor, digite seu comentário
Por favor, coloque seu nome aqui