Após decisão do STF, MP do Rio suspende investigação contra Queiroz

0
365


O Supremo Tribunal Federal determinou que a investigação seja suspensa “até que o Relator da Reclamação se pronuncie

Flávio Bolsonaro ao lado do ex-assessor, Fabrício Queiroz. (Foto: Reprodução / Instagram)

Correio Braziliense

O Ministério Público do Rio de Janeiro, suspendeu, nesta quinta (17), o procedimento investigatório criminal aberto contra Fabrício Queiroz, ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ). De acordo com o órgão, as investigações foram paralisadas por conta de uma decisão cautelar emitida pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

Uma reclamação em relação ao caso foi apresentado na Corte. O Tribunal determinou que a investigação seja suspensa “até que o Relator da Reclamação se pronuncie”. As diligências, que estavam em tramitação, foram abertas para apurar movimentações financeiras atípicas de Queiroz.

Um relatório do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) apontou movimentação financeira de R$ 1,2 milhão em contas ligadas a ele, o que de acordo com a entidade “é incompatível com seu patrimônio”.

A ação apresentada no STF segue sob sigilo. Por conta disso, o MPRJ informou que não se manifestará sobre o mérito da decisão.

Queiroz não tem foro privilegiado, por não exercer cargo público com direito ao tratamento diferenciado. No entanto, o Supremo pode ser provocado caso a defesa entenda que houve violação da Constituição, ou das decisões do Tribunal (jurisprudência) durante o processo.

Deixar um comentário

Por favor, digite seu comentário
Por favor, coloque seu nome aqui