Diego Souza pode abrir mão de parte do salário atual, no São Paulo, para retornar ao Sport

0
301

Atualmente, Diego Souza recebe R$ 450 mil de salário no São Paulo, além das luvas referentes a sua contratação, em 2017

Foto: Diego Nigro

SE

O possível retorno do atacante Diego Souza ao Sport, antes visto como apenas um sonho, a cada dia que passa ganha mais contornos de realidade. E o vazamento da informação na quarta (20), pelo Superesportes, pode inclusive acelerar esse processo. Segundo informações colhidas pela reportagem, o “embaixador de 87” pode abrir mão de parte dos seus vencimentos atuais pagos pelo São Paulo.

O desejo da família em voltar a morar no Recife também vem pesando na decisão. E algumas pessoas ligadas ao Sport já dão o negócio como “possível”.

Atualmente, Diego Souza recebe R$ 450 mil de salário no São Paulo, além das luvas referentes a sua contratação, em 2017. Com isso, o total dos vencimentos do atleta chegaria a R$ 600 mil. Na fórmula de uma possível negociação, o clube paulista seguiria pagando metade do valor (R$ 300 mil), com o Sport assumindo R$ 100 mil e Diego Souza abrindo mão inicialmente de R$ 200 mil. No entanto, o jogador, de 33 anos, receberia um “bônus” em caso de acesso do rubro-negro à Série A, além de uma renovação automática por mais um ano. O contrato com o São Paulo se encerra em dezembro.

Ainda segundo apuração do Superesportes, Diego Souza não quer envolver o dinheiro da venda de Everton Felipe na negociação. Uma das alternativas ventiladas para o negócio seria o Sport usar a dívida que o clube paulista tem pela aquisição do prata da casa como uma espécie de “crédito” no pagamento dos vencimentos do camisa 87.

Dos R$ 3 milhões referentes a compra de Everton Felipe, o São Paulo deve depositar na conta do Sport R$ 2,2 milhões, já que R$ 800 mil ficarão retidos no próprio tricolor como quitação, por parte do Sport, da compra do atacante Rogério (hoje no Bahia) em 2017.

Ídolo no Leão, Diego Souza voltaria para a sua terceira passagem pelo clube, desde 2014. Ao todo, foram 173 partidas com a camisa do Leão e 57 gols marcados, sendo 38 deles pela Série A do Campeonato Brasileiro, com direito a artilharia da competição em 2016, com 14 gols, ao lado de Fred, então no Fluminense, e William Pottker, então na Ponte Preta. Pelo clube, também foi convocado para a seleção brasileira, em 2017, e campeão pernambucano no mesmo ano.

Deixar um comentário

Por favor, digite seu comentário
Por favor, coloque seu nome aqui