GRAVATÁ: Obras do Minha Casa Minha Vida estão em processo de finalização

0
338

As áreas internas e externas das casas já estão prontas

Fotos: Ricardo Labastier / SECOM

Mais Agreste, com SECOM

Uma das mais importantes políticas públicas da história do município de Gravatá, no Agreste de Pernambuco, está em processo de finalização. Após paralisação temporária das obras do programa Minha Casa Minha Vida, devido a um bloqueio do repasse de recursos do Governo Federal para o equilíbrio financeiro das contas públicas, as atividades foram retomadas no mês de maio. O projeto está sendo realizado no bairro Riacho do Mel.

“Como houve esse bloqueio do governo, tivemos que parar as obras porque não estava havendo repasse para as construtoras. Fizemos uma readequação no cronograma agora, para podermos nos adequar financeiramente. Já estamos retomando as obras para finalizá-las e serem entregues o mais rápido possível às famílias contempladas. As áreas internas e externas das casas já estão prontas. Falta o acabamento da parte do estacionamento e a liberação da Compesa para definir onde será instalada a encanação,” explicou o engenheiro responsável pelo projeto, Geovani Almeida.

O engenheiro lembra que toda a parte elétrica e a rede de esgoto já estão prontas. “ 50 por cento do calçamento já está terminado. Ao todo, 50 funcionários estão trabalhando na finalização das obras”, concluiu Geovani Almeida.

A entrega das casas será realizada pela Prefeitura de Gravatá, conforme os critérios estabelecidos pelo Governo Federal.

Sobre o programa Minha Casa Minha Vida

As moradias devem ser financiadas por famílias quem são beneficiárias dos programas de assistencialismo no município. Todo o processo de inscrições e de triagem para a seleção das famílias prioritárias já está sendo realizado pela Secretaria Municipal de Assistência Social.

Estrutura das residências

Todas as casas construídas se encontram em um terreno da Prefeitura de Gravatá, dividido em três partes. A primeira conta com 248 residências, a segunda com 206 e a última com 194, totalizando a construção de 648 residências populares.

As unidades são compostas por uma sala, dois quartos, cozinha e banheiro em uma área de 40 metros quadrados.

Deixar um comentário

Por favor, digite seu comentário
Por favor, coloque seu nome aqui