Comércio de milho ganha lugar próprio na feira livre de Gravatá

0
342

A iniciativa foi anunciada pelo prefeito Joaquim Neto nesta segunda (13)

Imagem: Reprodução / Internet

Mais Agreste, com SECOM

Às vésperas do mês junino, a feira do milho ganhou um espaço específico na feira livre de Gravatá, no Agreste de Pernambuco. A iniciativa, que teve início a partir desta terça (14), foi anunciada pelo prefeito Joaquim Neto, na Sala do Empreendedor, durante uma reunião com comerciantes e produtores de milho do município.

“A feira do milho já é uma tradição em nossa cidade e é muito importante para o desenvolvimento econômico da agricultura local. Como antes os produtores vendiam o milho em diversos locais pela cidade, decidimos o que seria melhor para facilitar as vendas, tanto para eles, quanto para os clientes. A partir de agora, todos os comerciantes de milho terão um lugar próprio na feira. Isso vai facilitar e tornar a comercialização mais organizada,” destacou Joaquim Neto.

Severino Silva, que comercializa o alimento há mais de 15 anos, conta que ficou muito satisfeito com a medida. “Vai ficar melhor, porque a gente vai ter nosso espaço certinho. Assim, não vamos ficar espalhados pela feira. Os clientes já vão saber onde a gente vai estar. Estamos muito animados com as vendas esse ano, porque o inverno foi bom e nosso produto está com uma ótima qualidade. Temos sentido uma grande melhora na saída de milho nos últimos anos, já que as pessoas estão vindo mais pra Gravatá no São João,” disse.

Já para o secretário Executivo de Desenvolvimento Econômico, José Eufrásio, a feira tem como principal objetivo fomentar a economia rural. “Manter viva a cultura junina e fortalecer a agricultura familiar é a forma mais eficaz de manter nossas tradições e gerar renda aos agricultores, comerciantes e ao município como um todo,” enfatizou.

A feira do milho estará localizada na Rua Joaquim Nabuco, próxima à Secretaria de Infraestrutura. O local funciona das terças aos sábados.

Deixar um comentário

Por favor, digite seu comentário
Por favor, coloque seu nome aqui