Conselho Federal da OAB recomenda que Sergio Moro e Dallagnol se afastem dos cargos

0
119

A nota emitida pela entidade deixa clara a referência ao caso das mensagens privadas, divulgadas neste domingo pelo site The Intercept

Foto: Jorge Araújo / Folhapress

Exame

São Paulo – O Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) lançou, nesta segunda (10), uma nota em que recomenda, por unanimidade, que Sergio Moro se afaste do cargo de Ministro da Justiça e e Deltan Dallagnol do cargo de procurador da Lava Jato.

Apesar de não citar nominalmente os envolvidos, a nota deixa clara a referência ao caso das mensagens privadas, divulgadas neste domingo pelo site The Intercept, que mostram coordenação irregular entre o então juiz federal e o procurador, responsável pela Lava Jato em Curitiba.

A mesma recomendação para Moro também foi feita hoje pelo presidente da comissão especial da reforma da Previdência, deputado Marcelo Ramos (PL-AM).

Deputados de oposição também planejam apresentar requerimentos para convocar o ministro a dar esclarecimentos ao Congresso.

Deixar um comentário

Por favor, digite seu comentário
Por favor, coloque seu nome aqui