Alunos de escolas municipais de Gravatá participam de palestra sobre combate às drogas

0
92

O evento contou com a participação de peritos do Instituto de Criminalística de Pernambuco

Fotos: Bruno Santana/ SECOM

Mais Agreste, com SECOM

Cerca de 200 alunos de turmas do 8° e 9° Anos da rede municipal de ensino de Gravatá, no Agreste do estado, participaram, nesta quarta (6), de uma palestra sobre o combate a entorpecentes. Realizado no auditório Professora Sandra Belarmino, na Secretaria de Educação, nos períodos da manhã e tarde, o encontro trouxe como pauta para discussão “Consequências do Uso e do Envolvimento com Drogas”.

“Esse evento é um reflexo do quanto nos importamos em debater e em trazer temas como esse para os nossos estudantes nos espaços escolares. As drogas são um problema social que precisa ser combatido entre os jovens, que é o público mais atingido com esse mal. Enquanto Secretaria de Educação, temos a obrigação de possibilitar às escolas o cumprimento do seu papel social e levar informação e conscientização para os nossos alunos,” registrou a Secretária de Educação, Iris Dias.

Durante a palestra, o delegado da 12ª Seccional de Vitória de Santo Antão, Rodolfo Cartaxo, e o delegado de Gravatá, Altemar Mamede, além de peritos do Instituto de Criminalística de Pernambuco, apresentaram aos jovens informações técnicas e de saúde sobre drogas lícitas e ilícitas – consequências do uso, dependência química e riscos à saúde. Os palestrantes abordam ainda as sanções legais aplicadas aos casos de envolvimento com os entorpecentes.

“Tivemos essa ideia de trazer essa discussão pra os adolescentes e logo trouxemos a proposta para a Secretaria de Educação, que prontamente nos apoiou. Nosso objetivo é propor um debate instrutivo, para que os jovens tenham ideia dos efeitos da droga na saúde e no convívio social. Queremos levar conhecimento da maneira correta para os adolescentes, pra que eles não se prejudiquem, buscando informações de forma errada”, explicou Altemar Mamede.

Na ocasião, o prefeito Joaquim Neto comenta sobre a importância da atuação do poder público no processo de conscientização contra o problema. “Agradeço aos profissionais que se fazem presentes nesse evento, aos professores e, principalmente, aos alunos. Espero que todos aproveitem bastante e levem para as suas vidas os assuntos discutidos aqui. Todos os dias, os jovens costumam ouvir conselhos e receber os cuidados dos pais. Nós, da gestão e da Secretaria de Educação, também temos esse mesmo objetivo, que é o de orientar os nossos adolescentes”, destacou.

Joseane Maria, estudante do 9° Ano da Escola Municipal da Serra, fala dos benefícios que adquiriu ao ter participado do evento. “A palestra abre nossa mente sobre o tema e nos informa. Os profissionais passam uma maior segurança, porque entendem bem do tema. Podemos tirar nossas dúvidas também e isso ajuda muito”, afirmou.

Deixar um comentário

Por favor, digite seu comentário
Por favor, coloque seu nome aqui