Artesãos gravataenses expõem produtos em feira durante Gravatá Jazz Festival 2020

0
192

A iniciativa foi confirmada na última sexta (7), após um encontro da categoria com o prefeito Joaquim Neto

Foto: Fernando da Hora / SECOM

Mais Agreste, com SECOM

O Gravatá Jazz Festival 2020 vai oportunizar os artesãos do município do Agreste pernambucano. Na ocasião, os artistas vão expor e comercializar os produtos numa feira de artesanato, que, pela primeira vez, ficará à disposição do público. A iniciativa foi confirmada após um encontro da categoria com o prefeito Joaquim Neto, na última sexta (7).

Montada no calçadão da Av. Joaquim Didier, durante toda a programação, a feira é resultado de um projeto da prefeitura, através da Secretaria da Mulher, e que conta com o apoio dos artesãos. Para tanto, será realizada a promoção de capacitações e organização de feiras mensais na cidade, com o objetivo de incentivar o aumento da geração de renda entre os produtores.

“Começamos esse projeto com um grupo pequeno de artesãs e, hoje, já temos mais de 30 homens e mulheres, que trabalham com diversos materiais, desde a famosa bonequinha da sorte, até obras em madeira, metal, cerâmica, cipó, além de pinturas e crochê, por exemplo. Nossa secretaria está de portas abertas para quem quiser participar desse projeto, bastando nos procurar”, explicou a secretária da Mulher, Taciana Medeiros.

Animada com a notícia da feira durante o festival, a artesã Ayrá Rodrigues diz que o incentivo da gestão municipal tem sido essencial para o próprio negócio. “Temos participado de feiras grandes como a Fenearte, além daquelas que têm sido realizadas durante épocas de movimento turístico na nossa cidade. Essas oportunidades têm aumentado bastante nossa clientela. Desde que Joaquim Neto voltou à prefeitura, minhas vendas aumentaram cerca de 80% e, com essas feiras mensais, acredito que vão crescer ainda mais”, destacou.

O prefeito ressalta a importância da iniciativa para a divulgação da cultura local. “Esse é um projeto que dá oportunidade para todos conhecerem a arte dos gravataenses, que possui uma qualidade incrível, criatividade e chama a atenção de quem vê. Aos poucos, isso se tornará rotina e nosso objetivo é que essas feiras se tornem uma referência no estado”, afirmou Joaquim Neto.

Deixar um comentário

Por favor, digite seu comentário
Por favor, coloque seu nome aqui