Padre João Paulo esclarece suspensão de abrigo e toma medidas em parceria com Prefeitura de Gravatá

0
323

Os moradores de rua serão contemplados com um espaço seguro durante a quarentena e o isolamento social

Foto: Reprodução / Facebook / Prefeitura de Gravatá

Igor da Nóbrega

O pároco da Matriz de Sant´Ana, João Paulo, gravou um vídeo para explicar a suspensão temporária do abrigo que abrigava moradores de rua no município de Gravatá, Agreste do estado. A medida teve por objetivo conter uma possível transmissão do novo coronavírus entre os beneficiários.

De acordo com o padre, foi realizada uma reunião da paróquia com as Secretarias de Assistência Social e Saúde, na manhã desta sexta (27), para solucionar o problema. “Vamos continuar abordando os moradores na própria rua e, a partir daí, oferecer uma tentativa de solução durante o tempo da epidemia, que é exatamente, para aqueles que possuem residência, voltarem para suas famílias. Aqueles que são dependentes químicos, será oferecido um tratamento numa clínica de reabilitação. Já aqueles que não possuem qualquer tipo de moradia, a prefeitura disponibilizou um espaço para eles ficarem durante o isolamento social”, explicou.

No mês de junho de 2019, a Paróquia de Sant´Ana criou o espaço para abrigar, todas as noites, o público de maior vulnerabilidade social que vivia pelas ruas da cidade.

“O projeto social não termina, pois nós vamos continuar mantendo o almoço e o jantar. A prefeitura vai entrar com o lugar mais adequado e nós vamos contribuir com a alimentação. Assim, nós acreditamos que após esta pandemia, nosso projeto voltará dentro de um novo formato e dentro das novas de segurança necessárias”, afirmou João Paulo.

Secretaria de Assistência Social interdita abrigo

Nesta quinta (26), uma equipe da Vigilância Sanitária realizou a interdição do abrigo, já que o local não possuía as condições ideais para evitar a disseminação do novo coronavírus. “Durante visita da Vigilância Sanitária, percebeu-se que o abrigo não oferecia toda a segurança necessária para evitar a transmissão da doença. Sendo assim, era necessário garantir a segurança dos moradores e o projeto teve que ser parado por um momento.

Confira, abaixo, as palavras do padre João Paulo:

Padre João Paulo esclarece a suspensão temporária do abrigo e informa às medidas que estão sendo tomadas, em parceria com a Prefeitura de Gravatá, para auxiliar os moradores de rua.

Posted by Prefeitura de Gravatá on Friday, March 27, 2020

Deixar um comentário

Por favor, digite seu comentário
Por favor, coloque seu nome aqui