Caixa libera App e site para auxílio emergencial de R$ 600; pagamento deve começar nesta quinta (9)

0
1932

Só terão direito ao benefício cidadãos autônomos, microempreendedores individuais ou desempregados, desde que maiores de 18 anos

Imagem: Reprodução / App

Mais Agreste

Como previsto, a Caixa Econômica Federal disponibilizou, na manhã desta terça (7), o aplicativo (APP) e o endereço eletrônico (site) para recebimento do auxílio de R$ 600 como medida emergencial diante da pandemia do novo coronavírus. Só terão direito ao benefício pessoas cidadãos maiores de 18 anos, desde que sejam autônomos, microempreendedores individuais ou desempregados. 54 milhões de pessoas devem ser atendidas.

De acordo com o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, a previsão é que o pagamento do auxílio comece nesta quinta (9). O valor total de R$ 1.800 será dividido em três (3) parcelas de R$ 600. Contudo, caso o solicitante seja mulher e chefe de família, o valor fica em três (3) parcelas de R$ 1.200. Até duas pessoas da mesma família têm direito a recebê-lo.

“Vamos ver se, no final da tarde, a gente já consegue dizer o número preciso que será enviado à Caixa, para a Caixa já fazer o processamento”, afirmou Lorenzoni, durante cerimônia realizada em Brasília, na manhã de hoje.

Por outro lado, não serão contemplados com o pagamento pessoas que já recebem outro benefício – auxílio doença, aposentadoria, seguro-desemprego, com exceção do Bolsa Família.

Apesar de ter duração prevista de três meses, o auxílio emergencial pode ser prorrogado. De acordo com o governo,

Confira, abaixo, o calendário com as três etapas de pagamento:

Primeira parcela

  • Pessoas que estão no Cadastro Único, que não recebem Bolsa Família e têm conta no Banco do Brasil ou poupança na Caixa Econômica Federal: quinta-feira (9);
  • Pessoas que estão no Cadastro Único, que não recebem Bolsa Família e não têm conta nos respectivos bancos: terça-feira da semana que vem (14 de abril);
  • Trabalhadores informais que não estão no Cadastro Único: em 5 cinco dias úteis, após inscrição no programa de auxílio emergencial (veja como se inscrever abaixo);
  • Beneficiários do Bolsa Família: últimos 10 dias úteis de abril, seguindo o calendário regular do programa.

Segunda parcela

  • Pessoas que estão no Cadastro Único, que não recebem Bolsa Família e trabalhadores informais inscritos no programa de auxílio emergencial: entre 27 e 30 de abril;
  • Beneficiários do Bolsa Família: últimos 10 dias úteis de maio, seguindo o calendário regular do programa.

Terceira parcela

  • Pessoas que estão no Cadastro Único, que não recebem Bolsa Família e trabalhadores informais inscritos no programa de auxílio emergencial: entre 26 e 29 de maio;
  • Beneficiários do Bolsa Família: últimos 10 dias úteis de maio, seguindo o calendário regular do programa

Deixar um comentário

Por favor, digite seu comentário
Por favor, coloque seu nome aqui