Argentino supera Neymar e vira prioridade do Barcelona no mercado do futebol

0
138

Além de Messi pedir pelo jogador, a contratação do jovem argentino é muito mais viável financeiramente que a de Neymar

Imagem: Giuseppe Maffia / NurPhoto / Getty Images

UOL Esporte

Ao contrário do ano passado, quando passou meses e meses negociando com o estafe de Neymar e com dirigentes do Paris Saint-Germain, o Barcelona não vê o brasileiro como prioridade para a próxima janela de transferências. Apesar de ainda desejar a volta do camisa 10 do PSG para a Catalunha, a equipe culé tem um plano A para reforçar o ataque para 2020/2021 – o argentino Lautaro Martínez, da Inter de Milão.

De acordo com o jornal catalão “Sport”, a diretoria do Barça já tem um acordo apalavrado com o jovem de 22 anos, que receberá salário de 12 milhões de euros (quase R$ 60 milhões) anuais do clube, caso o negócio seja realmente fechado. Agora, falta apenas chegar a um acordo com os italianos.

Mas por que Lautaro superou a concorrência de Neymar e se transformou na prioridade do Barcelona no Mercado da Bola para a próxima temporada?

O primeiro motivo é que o argentino foi um pedido pessoal de Lionel Messi, que tem atuado ao lado dele no ataque da seleção. O jogador foi titular em oito dos últimos dez jogos da equipe nacional e já soma nove gols em 17 apresentações com a camisa albiceleste.

Além disso, em um momento de crise econômica provocada pela pandemia do novo coronavírus (Covid-19), a contratação de Lautaro é muito mais viável financeiramente que a de Neymar.

Enquanto o estafe do brasileiro acredita que uma oferta de 170 milhões de euros (R$ 953,7 milhões) seja suficiente para tirá-lo de Paris, o custo para se reforçar com o argentino não chegaria nem à metade disso: 80 milhões de euros (R$ 448,8 milhões).

E a Inter não faz questão de receber toda essa quantia em dinheiro. Ou seja, o Barça poderia abater um valor expressivo do negócio liberando jogadores do seu elenco para atuarem em Milão. A lista de possíveis “moedas de troca” é bem grande e inclui nomes como Ivan Rakitic, Arturo Vidal, Nélson Semedo, Júnior Firpo e até o brasileiro Arthur.

Por fim, a versatilidade de Lautaro também é algo que o faz estar mais próximo que Neymar de vestir o uniforme blaugrana.

Ao mesmo tempo em que o argentino é uma opção a médio prazo para substituir Luis Suárez, já com 33 anos, como centroavante do Barça, ele também pode fazer o papel de segundo atacante, formando uma linha de frente com o uruguaio e Antoine Griezmann, o que liberaria Messi para ser cada vez mais um meio-campista.

Neymar, por outro lado, não teria um encaixe tão certeiro assim. Para começar, não seria uma opção de camisa 9. Além disso, atua exatamente nas mesmas faixas de campo que Griezmann e Messi costumam frequentar.

Devido à pandemia de coronavírus, que já infectou 240 mil pessoas e provocou mais de 27 mil mortes só na Espanha, o Barcelona não disputa uma partida oficial desde o dia 7 de março, quando derrotou a Real Sociedad por 1 a 0.

O período sem futebol termina nesta semana. No sábado, a equipe de Messi visita o Mallorca, pela 28ª rodada do Campeonato Espanhol, a primeira desde a retomada das atividades esportivas no país.

O Barça foi para a quarentena na liderança da competição, com dois pontos de vantagem para o Real Madrid (58 a 56). Além disso, também aguarda a definição de como será disputada a reta final da Liga dos Campeões da Europa – empatou por 1 a 1 com o Napoli, na Itália, no jogo de ida das oitavas de final.

Deixar um comentário

Por favor, digite seu comentário
Por favor, coloque seu nome aqui